DERMATOLOGIA CLÍNICA, CIRÚRGICA E COSMIATRIA

Doenças

Estrias

 

As estrias são cicatrizes atróficas que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele, principalmente no estiramento da pele. Há vários fatores desencadeantes: genética, aumento do volume corpóreo por causa de gravidez, aumento de peso, colocação de prótese mamária, uso de anabolizantes; ou por fatores hormonais como o uso de estrógeno e hormônios adrenocorticais.


 Em mulheres é mais comum encontrar estrias nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e nos seios. Acontece muito quando a mulher entra na puberdade. Já em homens é mais comum nos ombros, braços e costas. Os que se submetem a musculação excessiva ou abusam de anabolizantes são os mais propensos.


 As estrias róseas ou arroxeadas são recentes e acompanhadas por um processo inflamatório local; já as brancas, como são mais antigas, já ocorreu uma atrofia mais intensa das fibras colágenas e elásticas. Em pessoas de pele morena ou negra as estrias podem aparecer com uma coloração mais escura do que seu  tom de pele.


A eficácia do tratamento irá depender da fase da estria, o local em que ela se encontra e sua espessura. É importante lembrar que não há cura total, mas há significativa melhora em sua aparência. Quanto mais cedo iniciar-se o tratamento, maiores as chances de que os resultados sejam positivos. O Laser de Co2 fracionado é uma excelente opção de tratamento.