DERMATOLOGIA CLÍNICA, CIRÚRGICA E COSMIATRIA

Procedimentos Crúrgicos

 

Cirurgia excisional - Remoção do tumor com bisturi e também de uma borda adicional de pele sadia, como margem de segurança. Os tecidos removidos são encaminhados para o patologista e examinados ao microscópio, para aferir se foram removidas todas as células cancerosas. A técnica possui altos índices de cura, e  pode ser empregada na exérese do câncer de pele. Essa técnica cirúrgica pode ser aplicada em outras lesões cutâneas, como na retirada das pintas; no entanto, será utilizada uma margem de segurança menor para lesões benignas.


Biópsia - Procedimento simples, em que um pequeno fragmento da pele ou da mucosa é retirado para análise patológica, com o objetivo de diagnosticar um tumor ou uma doença da pele. Há três tipos de biópsias da pele: por “shaving” – uma lâmina ou bisturi especiais são usados para retirar uma pequena amostra da pele, deixando uma cicatriz lisa; por “punch” - um aparato redondo e cortante entra na pele, retirando uma coluna de tecido e necessitando de fechamento por pontos; e biópsia incisional, onde retiramos um fragmento de pele com bisturi e fazemos o fechamento por pontos. Para esse procedimento é necessária a anestesia local.


Retirada de lesão por “shaving” - Neste procedimento, a lesão é removida utilizando-se lâmina de bisturi ou tesoura fina. A incisão é feita paralelamente à pele, de forma semelhante ao ato de barbear (shaving). Pode-se usar a eletrocoagulação leve, logo em seguida, de modo a apenas parar o sangramento. A cicatrização ocorre dentro de 7 a 15 dias, dependendo do tamanho da lesão.

Tratamentos